Hortolândia adquire 15 monitores multiparâmetros

Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •   
Hortolândia adquire 15 monitores multiparâmetros

Na campanha de enfrentamento ao Coronavírus, Hortolândia ganha um reforço tecnológico importante.

A Prefeitura acaba de adquirir 15 monitores multiparâmetros, que serão utilizados no Hospital Municipal Mário Covas e na UPA-24h (Unidade de Pronto Atendimento) Jardim Nova Hortolândia, onde foi montada a Unidade Respiratória com 30 leitos que atenderão casos de baixa e média complexidade.

A aquisição dos equipamentos foi feita com recursos doados pelo Poder Judiciário estadual.

De acordo com a Secretaria de Saúde, o monitor faz a leitura dos sinais vitais do paciente, indicando, em tempo real para a equipe médica, por meio de informações na tela, alarmes visuais e sonoros, qual a atual condição de saúde do paciente. O aparelho é obrigatório em unidades de emergência.

O monitor já vem com alguns parâmetros básicos configurados de fábrica, mas que podem ser alterados pela equipe médica, de acordo com características específicas de cada paciente ou da situação de uso.

O aparelho possui alarmes sonoros que são disparados quando algum sinal vital do paciente atinge níveis diferentes dos programados.

“Por meio das informações exibidas na tela e dos alarmes sonoros, o monitor indica à equipe de profissionais de saúde que acompanha o paciente se o caminho que está sendo seguido está correto para salvar a vida dele.

E também se as medicações aplicadas estão surtindo efeito, entre outros fatores”, explica a secretária de Saúde, Mary Guiomar Almeida Rocha.

Um dos sintomas da COVID-19 é a dificuldade para respirar. Neste sentido, o monitor é útil, porque lê a frequência respiratória, que é diferente para cada idade.

Por isso, segundo a secretária de Saúde, o aparelho é tão importante para que as equipes médica e de enfermagem identifiquem rapidamente qualquer desconforto ou alteração respiratória do paciente que pode, inclusive, ser indicação de alguma complicação mais grave.

Dentre outros sinais vitais que o equipamento monitora estão pressão arterial, verificação do nível de oxigênio presente no organismo do paciente e temperatura corporal.

Além desses 15 monitores, a Secretaria de Saúde adquiriu recentemente outros quatro aparelhos, com recursos oriundos de verba parlamentar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: