Acusado de roubo é preso após 100 quilômetros de perseguição policial

Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •   

Suspeito foi avistado pela PM em Araçariguama/SP e abordado após bater o caminhão no muro de uma casa

Um homem de 37 anos foi preso pela Polícia Militar na madrugada de sexta-feira (27/03) após um “acompanhamento” que começou em São Paulo e terminou apenas após o suspeito bater o veículo no muro de uma residência, já em Sumaré. A perseguição teve aproximadamente 100 quilômetros de extensão. O acompanhamento teve apoio do helicóptero Águia da PM.
O suspeito foi acusado de participar do roubo a um motorista, que permaneceu por cerca de seis horas como refém de outros assaltantes em um matagal em Araçariguama/SP. Após esse período, a vítima foi abandonada pelos suspeitos e conseguiu pedir ajudar em um posto de combustíveis nas imediações. Os outros acusados não foram identificados pela polícia.
Segundo o boletim de ocorrência do caso, o roubo ocorreu por volta da 1h30 da madrugada da sexta-feira. O motorista estacionou seu caminhão em um posto de combustíveis às margens da Rodovia Presidente Castelo Branco (SP-280), em Araçariguama, para fazer uma refeição. Quando se preparava para descer do veículo, foi abordado por dois assaltantes, que teriam lhe mostrado uma arma e o obrigaram a ficar no caminhão, que estava com o semirreboque.
A vítima foi obrigada a ficar na cabine com os assaltantes. Minutos depois, percebeu que chegou um terceiro envolvido, que passou a fazer perguntas sobre como desatrelar o semirreboque. Eles seguiram até um matagal, onde a vítima foi obrigada a descer com dois criminosos enquanto o outro fugia com o caminhão.
O motorista permaneceu no local com os suspeitos durante toda a madrugada e só foi libertado após um dos acusados receber uma ligação pelo celular. Em seguida, ambos os criminosos saíram em sentido à rodovia. Minutos depois, a vítima saiu do matagal e caminhou até um posto de combustíveis próximo, onde pediu ajuda.

ABORDAGEM
Policiais militares faziam patrulhamento na Rodovia Mário Covas (SP-21), em São Paulo, quando desconfiaram do motorista do caminhão-trator, que estava em velocidade “acelerada e no contrafluxo (contramão) da rodovia”. Os policiais fizeram retorno e passaram a acompanhar o caminhão. O motorista não obedeceu à ordem de parada e seguiu em fuga pela rodovia. Depois, entrou no acesso à Rodovia Anhanguera (SP-330) e, em seguida, no acesso de Nova Veneza, já em Sumaré.
O suspeito bateu o veículo no muro de uma residência na Rua Manoel Domingos da Mota, no Jardim Maria Antonia, em Sumaré. Ele teria saltado do caminhão, mas caiu e bateu a cabeça. De acordo com os policiais, o suspeito teria se levantado e corrido em direção a um matagal, mas foi alcançado e preso. Ele foi levado ao 3º Distrito Policial, onde prestou depoimento e depois encaminhado à Cadeia de Sumaré.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: