Com 502 casos confirmados, Sumaré se torna a cidade com maior mortalidade por Covid-19 da região

Com 502 casos confirmados, Sumaré se torna a cidade com maior mortalidade por Covid-19 da região
Com 502 casos confirmados, Sumaré se torna acidade com maior mortalidade por Covid-19 da região

19 de Junho de 2020

Cidade mais populosa da RPT (Região do Polo Têxtil), Sumaré se tornou o município da região com mais mortes provocadas pelo novo coronavírus (Covid-19) nesta sexta-feira (19) e alcançou a marca de 500 casos positivos.

A prefeitura informou mais três mortes nesta sexta, elevando para 26 o número de moradores da cidade que perderam a vida por conta da pandemia.

Um dos pacientes era um homem de 82 anos, que sofria de comorbidade. Ele estava internado no Hospital Maternidade de Campinas e morreu na terça-feira (16).

Outra vítima era uma mulher de 82 anos, que estava internada na Unicamp. Ela sofria de comorbidade e morreu na segunda-feira (15).

A terceira morte informada nesta sexta pela prefeitura é de uma mulher de 67 anos, que tinha comorbidade e estava na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Macarenko. Ela morreu no domingo (14).

A segunda cidade em mortalidade na região é Hortolândia, com 23 vítimas. Americana tem 17 mortes (uma delas ainda não contabilizada pela prefeitura). Santa Bárbara e Nova Odessa registram, respectivamente, 12 e nove mortes.

POSITIVOS
A prefeitura informou ainda mais 32 casos positivos, dos quais 17 são homens e 15 são mulheres. Com isso, a cidade é a primeira da região a alcançar a marca dos 500 casos confirmados de coronavírus.

O número de casos positivos em Sumaré quadruplicou entre 15 de maio e 15 de junho.

Veja Também os casos confirmados por região:

 

Com 502 casos confirmados, Sumaré se torna a cidade com maior mortalidade por Covid-19 da região

Dos 502 casos, além das 26 mortes, são 385 pessoas curadas, 70 em isolamento domiciliar e 21 internadas.

A região Matão é que teve maior número de ocorrências, com 107. Ela é seguida pelas regiões do Centro (105), Maria Antônia (88), Área Cura (85), Nova Veneza (81), e Picerno (36).

A prefeitura ainda investiga 204 casos, sendo que 161 estão em quarentena domiciliar e 37 internados. Há outros seis óbitos suspeitos. Ao todo, 701 notificações foram descartadas.

Mortes por Covid-19 em Sumaré

  1. 12/04: Mulher, 66 anos, tinha comorbidades.
  2. 24/04: Mulher, 79 anos, tinha comorbidades. Estava na UPA Macarenko.
  3. 05/05: Homem, 104 anos, tinha comorbidade. Estava no AME de Campinas.
  4. 11/05: Homem, 85 anos, sem comorbidades. Estava na UPA Macarenko.
  5. 17/05: Homem, 79 anos, com comorbidades. Estava em hospital de Paulínia.
  6. 20/05: Mulher, 61 anos, com comorbidades. Estava no Centro Médico de Campinas.
  7. 24/05: Homem, 58 anos, não tinha comorbidade. Estava no Hospital Estadual de Sumaré.
  8. 24/05: Mulher, 80 anos, tinha comorbidade. Estava no Hospital PUC-Campinas.
  9. 26/05: Homem, 66 anos, tinha comorbidade. Estava na UPA Macarenko.
  10. 26/05: Mulher, 59 anos, tinha comorbidade. Estava na UPA Macarenko.
  11. 27/05: Homem, 63 anos, tinha comorbidade. Estava na Unimed Campinas.
  12. 01/06: Homem, 75 anos, tinha comorbidade. Estava na Unimed Campinas.
  13. 06/06: Mulher, 70 anos, sem comorbidades. Estava na Beneficência Portuguesa.
  14. 07/06: Homem, 68 anos, com comorbidades. Estava no HC da Unicamp.
  15. 10/06: Homem, 63 anos, sem comorbidades. Estava no Hospital da PUC.
  16. 12/06: Mulher, de 79 anos, com comorbidades. Estava na UPA Macarenko.
  17. 14/06: Homem, de 73 anos, com comorbidades. Estava no Hospital Estadual de Sumaré.
  18. 14/06: Homem de 50 anos, que estava internado no Hospital Renascença de Campinas (SP).
  19. 14/06: Mulher, de 67 anos, com comorbidades. Estava internada na UPA Macarenko.
  20. 15/06: Homem, de 65 anos, com comorbidades. Estava no Hospital Estadual de Sumaré.
  21. 15/06: Mulher, de 82 anos, com comorbidades. Estava internada na Unicamp.
  22. 16/06: Homem de 73 anos, que estava no Hospital São Lucas, em Americana (SP).
  23. 16/06: Homem de 66 anos, que tinha comorbidade e estava na UPA Macarenko.
  24. 16/06: Mulher de 59 anos, que estava na UPA Macarenko e não tinha comorbidades.
  25. 16/06: Homem de 82 anos, com comorbidades. Estava internado na Maternidade de Campinas.
  26. 17/06: homem de 74 anos, que estava na UPA Matão e não tinha comorbidades.

One thought on “Com 502 casos confirmados, Sumaré se torna a cidade com maior mortalidade por Covid-19 da região

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: