É oficial: cobrança dos pedágios será por km rodado e podemos pagar menos

Compartilhe

É oficial: cobrança dos pedágios será por km rodado e podemos pagar menos

Já pensou em viajar por rodovias de boa qualidade sem precisar sequer passar por praças de pedágio? Pois saiba que isso pode acontecer no Brasil. Não estamos falando da extinção das taxas (que são as responsáveis pela boa qualidade mencionada na pergunta), mas da eliminação das praças de cobrança, o que já é ótimo para os motoristas, e também no pagamento proporcional ao uso que se faz da rodovia.

A Lei no  886/21, que foi sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro no início de junho e publicada no Diário Oficial, prevê a implantação de pedágios eletrônicos nas estradas com cobrança sob medida, ou seja, pela quantidade de quilômetros rodados.

A nova lei, que deverá entrar em vigor ainda este ano, acaba com a necessidade de parar nas cabines para pagar pelo uso das rodovias, tornando a passagem livre, o que poupa tempo, cansaço dos motoristas e emissão de poluentes (sem parar e em velocidade constante, os carros emitem menos).

A proposta é quase a mesma dos serviços privados de cobrança automática, via chip, mas sem a praça de pedágio e com a vantagem da cobrança mais justa, uma vez que o usuário paga apenas pelo trecho efetivamente percorrido.

“Por meio de pórticos instalados em pontos estratégicos das rodovias, o sistema calcula o percurso atravessado por cada veículo”, afirma José Carlos Cassaniga, diretor executivo da Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias (ABCR). A tecnologia não é novidade, esse sistema é utilizado há mais 20 anos na Europa e América do Norte, onde é conhecido como “free flow”.

Saiba mais na revista QUATRO RODAS

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: