Isolamento social em Sumaré é de 46% e é um dos menores da região

Compartilhe
Isolamento social em Sumaré é de 46% e é um dos menores da região
Isolamento social em Sumaré é de 46% e é um dos menores da região

24 de Maio de 2020

REDAÇÃO

Coronavírus: isolamento cresce na região de Campinas, mas sete ficam abaixo da faixa de 50% Média do Estado foi de 51% e somente duas entre 12 cidades monitoradas alcançaram ou superaram indicador. Meta do governo é atingir mínimo de 55% para achatar curva da Covid-19.

A região de Campinas (SP) registrou aumento do índice de isolamento social no sábado (23), mas sete dos 12 municípios monitorados ficaram abaixo da faixa de 50%, segundo o Estado. A meta do governo é alcançar no mínimo taxa de 55%, enquanto que o comitê de combate à Covid-19 considera o patamar de 70% como ideal para achatar a curva de contaminação e evitar colapso do setor da saúde.

Os dados divulgados na tarde deste domingo mostram que somente duas cidades alcançaram ou superaram indicador de 51%, média dos municípios paulistas: Mogi Mirim (SP), com 51%; e Vinhedo (SP), que contabilizou 52%. Já Campinas (SP), Indaiatuba (SP) e Valinhos (SP) ficaram em 50%.

Cidade da região com o maior número de casos confirmados e mortes por Covid-19, Campinas espera que a antecipação de feriados para esta semana ajude a ampliar os índices até quarta-feira.

De acordo com o secretário de Saúde, Carmino de Souza, a proposta é quebrar o ciclo de transmissão, permitir melhora nos resultados em infectados entre 10 a 14 dias e, com isso, sinalizar posteriormente a hipótese de adoção de um plano para retomada de comércios e serviços na cidade.

Taxa no sábado (23/05) e comparativo com dia anterior
  • Americana: 46% (aumento de 2 pontos percentuais)
  • Amparo: 47% (aumento de 3 pontos percentuais)
  • Campinas: 50% (aumento de 3 pontos percentuais)
  • Hortolândia: 46% (aumento de 2 pontos percentuais)
  • Indaiatuba: 50% (aumento de 3 pontos percentuais)
  • Itapira: 49% (aumento de 3 pontos percentuais)
  • Mogi Guaçu: 47% (aumento de 2 pontos percentuais)
  • Mogi Mirim: 51% (aumento de 4 pontos percentuais)
  • Paulínia: 46% (aumento de 1 ponto percentual)
  • Sumaré: 46% (aumento de 2 pontos percentuais)
  • Valinhos: 50% (aumento de 3 pontos percentuais)
  • Vinhedo: 52% (aumento de 3 pontos percentuais)
  • Estado de São Paulo: 51% (aumento de 3 pontos percentuais

 

Fonte: G1

VEJA TAMBÉM:

Ministra Damares diz que irá pedir a prisão de governadores e prefeitos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: