Nesta segunda (6) comércio fechado em Sumaré. Apenas serviços essenciais deve funcionar

Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •   
Nesta segunda (6) comércio fechado em Sumaré. Apenas serviços essenciais deve funcionar
Nesta segunda (6) comércio fechado em Sumaré. Apenas serviços essenciais deve funcionar

Sumaré 03 de Julho de 2020

Redação

De acordo com a nova determinação do Governo do Estado e deliberação do Comitê Municipal de Proteção e Enfrentamento ao Coronavírus, a partir de seis de julho, somente os comércios dos serviços essenciais poderá funcionar em Sumaré, tais como das áreas da saúde, alimentação, abastecimento, segurança e limpeza. A medida foi tomada devido à Região Metropolitana de Campinas ter retornado para a fase vermelha do Plano São Paulo.

Poderão permanecer em atividade os estabelecimentos de venda de produtos alimentícios (hipermercados, supermercados, minimercados, mercearias e afins, padarias, açougues, peixarias, feiras livres (feira food – não consumir alimentos no local), quitandas, padarias, centros de abastecimento e congêneres, restaurantes e lanchonetes (somente com operações de delivery e drive-thru).

Também poderão manter as atividades os serviços e produtos de saúde (farmácias, drogarias, clínicas médicas e laboratórios) e postos de combustível, loja de conveniências, loja de alimentação para animais, distribuidora de gás e lojas de venda de água mineral.

A relação de estabelecimentos poderá ser reavaliada a qualquer momento, dependendo da fase epidemiológica do contágio e da evolução dos casos no Município. A Prefeitura irá intensificar a fiscalização dos estabelecimentos, orientando os comerciantes e clientes.

Os estabelecimentos deverão observar todas as recomendações sanitárias já determinadas pelo Ministério da Saúde e OMS (Organização Mundial da Saúde), como o controle do fluxo de pessoas limitado, exigência do uso da máscara de proteção, higienização constante do ambiente e a disponibilização de álcool em gel para a constante higienização das mãos, tanto para funcionários quanto para clientes.

 Em Sumaré, o plano de contingência contra o coronavírus começou em janeiro. A Prefeitura já ampliou os leitos das UPAs Matão e Macarenko, todas as unidades de saúde da atenção primária estão voltadas também para o atendimento do coronavírus, seguindo os critérios do Ministério da Saúde, caso necessite utilizar seus espaços para tratamento da doença, porém, sem prejuízo dos demais atendimentos.

Além disso, a Secretaria de Saúde disponibiliza unidades de referências específicas em cada região para tratamento da Covid-19. Os moradores que apresentarem sintomas leves da doença, por exemplo, devem procurar a unidade localizada na sua região: Região Central/Rural (UBS Veccon), Região do Matão (UBS Matão), Região do Picerno (UBS Bordon), Região do Maria Antonia (UBS Florely), Região da Área Cura (UBS Ypiranga) e Região de Nova Veneza (PA-CIS Nova Veneza, segunda entrada).

Está em andamento também a implantação de um hospital de campanha no antigo hospital Madre Theodora, na região de Nova Veneza. A previsão é que sejam implantados 20 leitos viabilizados pelo Município, com estrutura para ampliação de mais 56 leitos viabilizados pelo Governo do Estado.

Veja os casos de Sumaré distribuídos por bairros:

Nesta segunda (6) comércio fechado em Sumaré. Apenas serviços essenciais deve funcionar
Distribuição por região

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: