Sumaré bate recorde em morte por coronavirus. A maioria dos óbitos ocorreram no UPA Macarenko

Compartilhe
  • 81
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •   

Sumaré bate recorde em morte por coronavirus. A maioria dos óbitos ocorreram no UPA Macarenko

A Prefeitura Municipal de Sumaré comunicou nesta segunda-feira (29) mais 22 mortes provocadas pelo novo coronavírus (Covid-19) e é o maior número de vítimas confirmado em um único boletim, que, segundo informação da prefeitura, inclui os dados “represados” do fim de semana.

A maioria destes óbitos, são de paciente internados na UPA Macarenko, que é uma Unidade de Pronto Atendimento de Emergência,  já que a cidade não possui Hospital. Os demais óbitos, são de pacientes internados em hospitais da região e uma vítima estava internada no Hospital Estadual.

A cidade lidera a RPT (Região do Polo Têxtil) em mortes, com 523. São 15.323 casos confirmados, dos quais 190 pacientes em isolamento domiciliar e 107 internados. Até o momento, 14.503 pessoas se recuperaram na cidade.

Do novo boletim, a vítima mais jovem era um homem de 33 anos, sem comorbidades. Ele estava internado na Casa de Saúde Campinas e faleceu no dia 25 de março. O perfil dos demais óbitos:

  • 24/03: Mulher de 95 anos, com comorbidades. Estava internada na UPA Macarenko;
  • 25/03: Mulher de 39 anos, com comorbidades. Estava internada na UPA Macarenko;
  • 25/03: Homem de 60 anos, com comorbidades. Estava internado na UPA Macarenko;
  • 24/03: Mulher de 56 anos, com comorbidades. Estava internada na UPA Macarenko;
  • 27/03: Homem de 58 anos, com comorbidades. Estava internado na UPA Macarenko;
  • 27/03: Homem de 68 anos, com comorbidades. Estava internado no Hospital Estadual de Sumaré;
  • 27/02: Mulher de 63 anos, com comorbidades. Estava internada em Itupeva no Hospital Nossa Senhora Aparecida;
  • 06/03: Homem de 82 anos, com comorbidades. Estava internado no Hospital Beneficência Portuguesa Campinas;
  • 21/03: Mulher de 73 anos, com comorbidades. Estava internada no Hospital Municipal de Paulínia;
  • 26/03: Mulher de 74 anos, com comorbidades. Estava internada na UPA Macarenko;
  • 26/03: Homem de 72 anos, com comorbidades. Estava internado na UPA Macarenko;
  • 28/03: Mulher de 75 anos, com comorbidades. Estava internada na UPA Macarenko;
  • 27/03: Homem de 80 anos, com comorbidades. Estava internado na UPA Macarenko;
  • 27/03: Mulher de 82 anos, com comorbidades. Estava internada na UPA Macarenko;
  • 27/03: Homem de 75 anos, com comorbidades. Estava internado na UPA Macarenko;
  • 28/03: Mulher de 41 anos, com comorbidades. Estava internada na UPA Macarenko;
  • 29/03: Mulher de 77 anos, com comorbidades. Estava internada na UPA Macarenko;
  • 27/03: Mulher de 72 anos, com comorbidades. Estava internada na UPA Macarenko;
  • 25/03: Homem de 33 anos, sem comorbidades. Estava internado na Casa de Saúde Campinas;
  • 19/03: Mulher de 67 anos, com comorbidades. Estava internada no Hospital Municipal de Paulínia;
  • 25/03: Homem de 62 anos, com comorbidades. Estava internado no Hospital das Clínicas da Unicamp;
  • 26/03: Mulher de 80 anos, com comorbidades. Estava internada no Hospital Municipal de Paulínia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: